Date/Time
Date(s) - 11/05/2019 - 20/07/2019
All Day

Location
Ruas de Monsaraz

Categories


Esposição de desenho e a pintura de Flávio Horta na ruas de Monsaraz

Ruas de Monsaraz – Streets of Monsaraz

Flávio Horta was born in Évora and grew up in Figueira dos Cavaleiros, Ferreira do Alentejo. Lives in Beja and works in the city council. Self-taught, from an early age expressed interest in expressing himself through drawing and painting and was evolving with security and persistence, almost always in self-learning.
The rural environment in which he grew up has a significant influence on the themes of his work. Resorting to color, sometimes to monochrome, is through a contemporary realism that in recent years has been expressed artistically, representing the people of their region, among other subjects. The human figure is almost always present, directly or indirectly on paper or painted canvas.
Of the main exhibitions in which he participated, stand out: Individual exhibitions: Manuel da Fonseca Cultural Center (Ferreira do Alentejo); Chapel of Santo António (Ferreira do Alentejo); Municipal Library of Ponte de Sor; Gallery Nicola Di Nunzio (Beja); Smiles Café in Beja; Estoriastantas (Beja); House of the Alentejo (Lisbon); Jorge Sampaio Municipal Library in Ourique Collective exhibitions: Manuel da Fonseca Cultural Center (Ferreira do Alentejo), Santo António Chapel (Ferreira do Alentejo); Ovibeja; ‘Open Gallery’, CM Beja; Pousada de Beja; Unesco Center for the Safeguarding of Intangible Heritage – Beja; House of the Alentejo in Lisbon.

Flávio Horta nasceu em Évora e cresceu em Figueira dos Cavaleiros, Ferreira do Alentejo. Vive em Beja e trabalha no Município da cidade. Autodidata, desde muito cedo manifestou interesse por se exprimir através do desenho e da pintura e foi evoluindo com segurança e persistência, quase sempre em auto aprendizagem.
O meio rural em que cresceu acaba por ter um peso importante nos temas do seu trabalho. Recorrendo à cor, outras vezes ao monocromático, é através de um realismo contemporâneo que nos últimos anos se tem expressado artisticamente, representando as gentes da sua região, entre outros temas. A figura humana está quase sempre presente, direta ou indiretamente no papel ou na tela pintada.
Das principais exposições em que participou destacam-se: Exposições individuais: Centro Cultural Manuel da Fonseca (Ferreira do Alentejo); Capela de Santo António (Ferreira do Alentejo); Biblioteca Municipal de Ponte de Sor; Galeria Nicola Di Nunzio (Beja); Smiles Café em Beja; Estoriastantas (Beja); Casa do Alentejo (Lisboa); Biblioteca Municipal Jorge Sampaio em Ourique Exposições coletivas: Centro Cultural Manuel da Fonseca (Ferreira do Alentejo), Capela de Santo António (Ferreira do Alentejo); Ovibeja; “Galeria Aberta”, CM Beja; Pousada de Beja; Centro Unesco para a Salvaguarda do Património Imaterial – Beja; Casa do Alentejo em Lisboa.